Notícias

Rodrigo Oliveira   I   31.01.2019   I   19:02:13

Prefeitura de Arantina intensifica esforços para manter abastecimento de água na cidade

Equipes trabalham mesmo durante a noite para realizar reparos no sistema e garantir fornecimento. Tubulações antigas e desperdícios contribuem para agravar o problema

INFORMAÇÕES

PREFEITO:

FRANCISCO CARLOS FERREIRA ALVES

 

PARTIDO:

DEMOCRATAS

 

ADMINISTRAÇÃO:

2017-2020

VICE-PREFEITO:

CARLOS ADRIANO DE CARVALHO

 

ENDEREÇO:

RUA JUCA PEREIRA, Nº 31, CENTRO, ARANTINA, MINAS GERAIS, CEP 37.360-000

 

TELEFONE:

(32) 3296-1215

FUNCIONAMENTO:

SEGUNDA À SEXTA

08H ÀS 12H E 13H ÀS 17H

NOTÍCIAS ANTERIORES

Sentado sobre trilhos, funcionário da Prefeitura de Arantina se esforça para deter vazamento em tubulação que capta água para a cidade. Estrutura antiga, alta demanda e desperdícios contribuem para a falta d'água na cidade.

Funcionários da Prefeitura de Arantina vêm dedicando incessantes esforços para que a população da cidade não tenha seu abastecimento de água interrompido. O motivo se deve aos recentes problemas com a rede antiga de distribuição, como no Domingo (27) e na terça-feira (29), quando o rompimento de duas tubulações causou o comprometimento do abastecimento de água da cidade, apesar dos esforços intensos das equipes da Prefeitura em reparar os danos.

Consertos esporádicos na rede não são incomuns, porém tornaram-se mais freqüentes nos últimos dias já que o calor intenso provoca o aumento do consumo de água pela população. Além disso, intervalos com falta de água ocasionam consumo excessivo pela população tão logo o fornecimento é restabelecido, levando ao rápido esvaziamento da caixa d'água da cidade e abastecimento irregular para diversas áreas, principalmente aquelas localizadas nas partes mais altas da cidade.

Como todo o sistema é antigo, com idade de algumas décadas, fica praticamente impossível a substituição de toda a tubulação em um curto período de tempo e sem causar desabastecimento à população. Outro agravante é o desperdício desse recurso natural tão importante que, apesar dos apelos da Prefeitura e de grande parte da população, ainda é possível ver moradores lavando carros e calçadas como se a oferta de água fosse infinita.

"Temos trabalhado dia e noite para que não falte água para a população. Na terça-feira, por exemplo, nossas equipes terminaram os reparos por volta de onze e meia da noite. Tão logo retomamos o bombeamento da água, a população começou a utilizá-la, impedindo que a caixa d'água se enchesse totalmente levando ao abastecimento irregular. Por isso, mesmo o fornecimento se normalizando nos próximos dias, fazemos novamente um apelo para que a população nos ajude economizando a água", relatou o Sr. Chiquinho, responsável pelo Setor de Água da Prefeitura.

Esperança com a COPASA

 

Não é de hoje que o município de Arantina está em negociação com a COPASA (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) para que a mesma assuma o abastecimento de água da cidade. Enquanto a população aguarda ansiosa para ter água tratada em suas torneiras, o avanço das negociações está trazendo o sonho de muitos arantinenses para mais perto da realidade.

A CEMIG (Companhia Energética de Minas Gerais) finalizou recentemente a eletrificação dos poços de captação de água, do almoxarifado e da casa de química. Além disso, a COPASA está adquirindo os diversos equipamentos e mobiliário que irão permitir o funcionamento de toda a estrutura necessária ao tratamento da água.

Ainda não é possível prever uma data para que a COPASA inicie seus trabalhos em Arantina, mas "praticamente todas as etapas já estão finalizadas e ela, a COPASA, está aguardando a chegada dos últimos equipamentos para assumir a água da cidade", informou Cristina Pires, engenheira da Prefeitura. Além disso, continuou, "o Executivo Municipal não tem medido esforços para ter finalmente água tratada oferecida à população e nas próximas semanas estamos prevendo uma reunião na COPASA para acertamos os últimos detalhes desse processo".

 

Enquanto isso, é preciso que todos exerçam o importante papel do uso consciente e racional da água. Ainda que o Executivo Municipal dedique todos os esforços possíveis em manter o abastecimento de água em toda a cidade, fica muito mais difícil quando o cidadão se esquece que ele é parte importante e necessária para que todos tenham acesso a este recurso natural tão necessário à vida.